Uma curiosidade que poucos devem saber é a existência de pílulas anticoncepcionais para cães. Para a maioria dos tutores, a esterilização ou castração é o método 100% eficaz para evitar filhotes e doenças.

Mas, existem alternativas. Um implante removível chamado Suprelorin interrompe a produção de testosterona e esperma por meses em cães machos, e não requer a remoção dos testículos. Embora o implante ainda não esteja disponível no Brasil, medidas para aprovação estão em andamento em diversos países. A castração, no entanto, ainda é a opção mais barata, se você estiver procurando proteção de longo prazo.

Para as fêmeas, os anticoncepcionais orais estão disponíveis. Dependendo do tipo (líquido versus comprimido), a dose é administrada 30 dias seguidos antes do ciclo do seu cachorro ou no início para atrasar o aparecimento.

Um problema com esta opção é que, uma vez que os ciclos variam, nem sempre é possível prever a data de início correta. Outra questão é a longa lista de possíveis efeitos colaterais indesejados:

Infertilidade

Danos no fígado

Infecções vaginais

Cheiro corporal

Problemas de pele

Mudanças comportamentais

Infecção por útero

Câncer de glândula mamária

Ganho de peso

Mudanças na pele e pelo

Assim como com as principais decisões de saúde que você faz para o seu peludo ou peluda, certifique-se de discutir todas as opções – e todos os riscos – com o seu veterinário.

 

Baixe o App da Cão Ativo Club e fique por dentro das melhores dicas do mundo canino! Disponível na App Store e Google Play.

Se você tem algum tipo de problema específico que gostaria de tirar dúvida com a gente, mande um e-mail para contato@caoativoclub.com.br que o Fernando te responde!

Compartilhe!