O seu cão já começa a abanar o rabo só de ouvir você mexendo na coleira dele? Acredite, além de deixá-lo feliz, fazer caminhadas (ou dog walking, como também chamamos por aqui) todos os dias com o seu pet vai muito além do lazer, é questão de saúde.

Os cachorros precisam sair para passear, ou melhor, se exercitar, pelo menos uma vez por dia. E não sou só eu quem está falando, a médica veterinária Monique Beerens Abdul Ghani concorda. “Além de serem um bom exercício físico, as caminhadas diminuem a ansiedade dos cães”, explica a doutora.

Socialização é um ponto importante do exercício diário. A chance de interagir com pessoas e animais fora de casa pode ajudar o animal a superar medos e fobias que podem ser desenvolvidas por meio de uma rotina limitada a um único ambiente. “Muitos animais precisam superar medos que os donos muitas vezes não sabem que eles têm. Isso os tornam ansiosos e agitados durante o passeio”, alerta a doutora.

Por isso também é importantíssimo que a pessoa que sai com o seu cão entenda bem as necessidades dele. Não vá pensando que é só pegar a coleira e ir para a rua. Aqui no CãoAtivo Club temos várias dicas sobre esta importante atividade. Confira também nossas atualizações no Facebook e no Instagram.

Dog walking para todos

Outro benefício do exercício diário é o bom condicionamento físico do animal. E engana-se quem acha que cães idosos não podem aproveitar uma saidinha na rua. Mesmo uma caminhada mais curta, que é o mais recomendado nestes casos, ajuda na saúde do seu pet.

Já no caso de animais diabéticos, a doutora Monique explica que o exercício ajuda a manter um bom controle da glicemia, desde que os passeios sejam rotineiros e controlados. Para isso, lembre-se de sempre consultar um veterinário para discutir qual é a frequência mais indicada no caso do seu cão.

Compartilhe!