Alegação é que aumentaram incidentes com cães

 

O governo da cidade de Qindao, no leste da China, resolveu estender os efeitos da lei do filho único em voga no país aos cachorros. Assim,  o morador que for flagrado com mais de um cachorro em casa terá de pagar uma multa de US$ 294 ou R$ 960.

Cães considerados ferozes como Pit Bulls, Dobermans e Mastins Tibetanos também serão banidos da cidade.

Quem atualmente já possui mais de um cachorro será atingido pela lei, mas pelo bolso. Os cães terão de ser registrados ao custo de US$ 60 ou aproximadamente R$ 200.

O governo local alega que aumentaram os incidentes com cães na cidade que vão desde barulho por conta dos latidos a ataques contra humanos.

Curta, comente e compartilhe nossos “cãoteúdos”.

Compartilhe!