Cães idosos e de menor porte correm mais risco

 

Cães e seres humanos tem muitas coisas em comum. Inclusive – e infelizmente – algumas doenças. A diabetes em cães e em humanos é marcada pela ausência da produção de insulina pelo pâncreas. A do tipo melitus é comum tanto para cachorros quanto para pessoas.

As fêmeas adultas (entre sete e nove anos) de raças de pequeno porte estão no grupo de risco. Como nos humanos, ou os cães perdem peso rapidamente ou ganham muito peso num espaço curto de tempo. A perda de visão também é um risco.

Como prevenir? Habitue o seu cachorro, desde filhote, a se exercitar ao menos uma hora por dia. Essa medida previne o ganho de peso.

Outro ponto importante: controle a alimentação do seu pet. Nada de deixar o pote cheio o dia inteiro para o cachorro ir beliscando. Sirva as refeições em horários regulares e, terminada a refeição, recolha os pratos.

Viu como pequenas medidas podem ajudar demais o seu cachorro? Curta, comente e compartilhe nossos conteúdos.

Compartilhe!