Hoje chegamos ao fim da série de dicas sobre os passeios com os nossos peludos. Para finalizar, contamos um pouco sobre algo a mais que é imprescindível e que muitos dogwalkers e tutores se esquecem: a estimulação mental.

5- Não lembrar de estimulá-lo mentalmente 

As pessoas conseguem estimulação mental através de jogos como sudoku, lendo ou tendo uma conversa. Para os cães, a melhor maneira de estimulá-los mentalmente é combinar jogos cerebrais com atividades físicas, como treinamento de obediência, aprender uma nova habilidade, brincando com outros cães e jogos que exigem movimento. Mas o melhor e mais natural dos estímulos mentais que um cão pode fazer é sinalizar e interpretar atitudes de outros animais, ou seja, conviver em grupo.

Farejar também é um excelente estímulo, cheirar um poste ou uma árvore por exemplo é uma fonte de informações, pela questão hormonal contida nos excrementos (fezes e urina) o cão obtém dados de outros cães, dominância, tamanho  (altura), tempo e distância que estão e muitos outros detalhes que para nós não faz o menor sentido, mas para eles é o execício do seu instinto de cão.

Baixe o App da Cão Ativo Club e fique por dentro das melhores dicas do mundo canino! Disponível na App Store e Google Play.

Se você tem algum tipo de problema específico que gostaria de tirar dúvida com a gente, mande um e-mail para contato@caoativoclub.com.br que o Fernando te responde!

Compartilhe!