A dor aguda é um ataque súbito como resultado de uma lesão, cirurgia ou infecção e pode tornar o seu cão extremamente desconfortável e possivelmente limitar sua mobilidade. Esta dor raramente é contínua, geralmente desaparecendo quando a condição que a causou é tratada.

A dor crônica geralmente se desenvolve lentamente e é duradoura. Fontes comuns de dor crônica são distúrbios relacionados à idade, como artrite, mas também podem ser causadas por doenças como câncer ou doença óssea. Essa dor é mais difícil de lidar porque pode durar anos, às vezes até para o resto da vida do peludo. E porque se desenvolve lentamente, alguns cães aprendem a tolerar a dor e a viver com ela, dificultando a detecção.

Uma vez que os cachorros não podem nos dizer em palavras que estão com dor, é importante que você os observe de perto se detectar alguma mudança em seu comportamento. Abaixo estão alguns sintomas para identificar se o seu peludo está com dor.

  • Apático, inquieto ou sem resposta
  • Lamentar, choramingar ou uivar sem motivo discernível
  • Lambe continuamente uma parte específica de seu corpo
  • Age de forma forma agressiva ou submissa
  • Tem problemas para dormir ou comer

Se você suspeita que seu cachorro sofra, fale com seu veterinário, pois ele pode ajudá-lo a identificar o problema e discutir as opções disponíveis. Seu veterinário precisará conhecer o comportamento, o nível de atividade e a tolerância de seu cão, além de mudanças recentes em sua mobilidade, tais como dificuldades para subir escadas (se nunca antes foi um problema), ou problemas para se levantar e caminhar em passeios como fazia habitualmente.

 

Baixe o App da Cão Ativo Club e fique por dentro das melhores dicas do mundo canino! Disponível na App Store e Google Play.

Se você tem algum tipo de problema específico que gostaria de tirar dúvida com a gente, mande um e-mail para contato@caoativoclub.com.br que o Fernando te responde!

Compartilhe!