Levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima

 

A vida tem dessas coisas. O pequeno pastor alemão Gavel, de pouco mais de um ano de idade, que o diga. Integrante de uma turma de 40 cães que estavam em treinamento para se tornar um cachorro policial, o mocinho foi rejeitado pela polícia de Brisbane, na Austrália. Motivo: doçura demais.

Gavel entrou para a escola de formação de cães policiais quando tinha seis meses de idade. E, desde sempre, exercícios e perseguições não o encantavam. Seu charme era ficar de barriga para cima para receber carinho dos instrutores.

Ao jornal britânico Daily Mirror, o sargento Dean Hansen, do Batalhão Canino de Brisbane, lamentou:

“Gavel é confiável, sem tendências nervosas. Cães policiais podem ser treinados em algumas habilidades, mas eles precisam ter esses traços básicos já em sua personalidade”.

Curta, comente e compartilhe nossos conteúdos.

Compartilhe!