Cães de grande porte são as maiores vítimas

 

A displasia (na linguagem da medicina veterinária é chamada de displasia coxofemoral) é uma doença que ataca principalmente cães de grande porte de raças como labrador, pastor alemão e rottweiler. É causada pelo descompasso entre o crescimento dos ossos e massa muscular, o que ocasiona as dores, principalmente nas patas traseiras dos cães.

Num estágio mais avançado, os cachorros atingidos pela enfermidade só conseguem de movimentar arrastando-se pelas patas dianteiras, já que as traseiras vão “envergando” e perdendo a força muscular.

A doença é hereditária e não é recomendado que cães com esse histórico se reproduzam. Isso porque os filhotes, ao atingir a maioridade, fatalmente vão desenvolver a enfermidade ao longo da vida adulta.

O diagnóstico é feito em clínicas veterinárias observando a passada dos cães ou através de exames de imagem como radiografias e tomografias.

Fique conosco para saber mais desse tema. Vamos falar adiante de tratamentos e de prevenção à doença.

Curta, comente e compartilhe nossos materiais.

Compartilhe!