Olfato do homem supera o dos cães

 

Lembram que falávamos outro dia de olfato canino e olfato humano (veja o post anterior aqui)? Pois é. Em artigo, publicado na revista Science, o professor John MacGann, da Universidade de Rudgers, de Nova Jersey (EUA) crava que nós humanos não estamos tão atrás dos cachorros quando o assunto é olfato.

Segundo a pesquisa, o bulbo olfativo humano transmite sinais para outras áreas do cérebro para ajudar na identificação de odores.

“Nossa capacidade olfativa é tão desenvolvida quanto em outros mamíferos e tem um número similar de neurônios”, explicou o professor MacGann.

“A nossa capacidade de detectar e de distinguir os odores é similar aos cães e aos ratos, que estão entre os melhores rastreadores do reino animal”, arremata.

Tem mais sobre esse tema. Aguardem. E sigam curtindo, comentando e compartilhando nossos conteúdos.

Compartilhe!