Então você resolveu pegar um filhote para criar? Somos suspeitos para falar, mas achamos que você fez uma ótima escolha! E para te ajudar, nós preparamos uma série de dicas para facilitar este processo. Seguir estes passos permitirá uma chegada mais tranquila, tanto para você quanto para o animal.

Os primeiros dias podem ser difíceis, mas seguir algumas regrinhas no início pode te livrar de muitos aborrecimentos no futuro. Anota aí:

  • Pegue o filhote apenas a partir dos dois meses de vida

A maioria dos especialistas dizem que os primeiros 60 dias são fundamentais para o desenvolvimento físico e psicológico do cão. Isso significa que, além de desmamar, o que é super importante para o desenvolvimento físico do filhotinho, é fundamental que ele tenha contato com os irmãozinhos e a mãe nos primeiros dias de vida. Assim, ele aprenderá muito sobre conviver com outros cães, regras de hierarquia e comportamento em geral.

Tudo isso vai facilitar muito a sua vida depois, na hora de educá-lo. Então, desconfie se o criador te disser que pode pegar antes deste tempo. E insista, sempre que possível, que ele fique com os outros filhotes e a mãe até completar dois meses de vida.

  • Pegue o filhote sempre durante o dia

O primeiro dia do filhote na sua casa será a maior aventura para o pequeno. Ele estará saindo do ambiente de convívio com os irmãos e a mãe e entrando em um ambiente completamente novo, no qual ele ainda não conhece nada. Imagine como é difícil assimilar tudo isso faltando pouco tempo para dormir. A probabilidade dele te dar um baile durante a madrugada é grande e isso não é uma boa primeira impressão.

Para minimizar o problema, a melhor escolha é tentar pegar o filhote ainda na parte da manhã e passar o dia com ele em casa. Assim, ele terá tempo de sobra para se ambientar ao local onde vai dormir e fazer as necessidades. E quando chegar a hora de ir para a caminha, você terá um filhote cansado, o que aumenta as chances de você ter uma boa noite de sono. E não é exatamente isso o que você quer?

Gostou das sugestões? Então leia também a segunda parte dessas dicas. Aí eu falo sobre práticas importantes para estabelecer as regras da casa logo depois da chegada. E acredite, isso faz toda a diferença na criação do animal.

 

Curta a nossa página no Facebook e não perca nenhuma atualização.

Compartilhe!