Mesmo em vôos domésticos, aeroportos, controles de segurança, ar e barulho do avião e conexões atrasadas são suficientemente estressantes para as pessoas. Para os animais de estimação – que não podem verificar os monitores de partida ou conversar com o agente do portão – pode ser ainda mais confuso e provocador de ansiedade. E os vôos internacionais longos adicionam encargos adicionais.

Como a viagem aérea pode ser tão perturbadora para os cães, é aconselhável que os donos encontrem alternativas para viagens aéreas comerciais para seus peludos, certamente para animais registrados como carga, mas mesmo para cães pequenos que poderiam entrar na cabine do avião.

Separamos algumas dicas que podem auxiliar você e o seu peludo a terem uma viagem segura e tranquila. Confira:

Idade e tamanho

Os cães devem estar em um transportador aprovado (pergunte à companhia aérea as suas recomendações) e se encaixam debaixo do assento na sua frente. Para a maioria das companhias aéreas, isso vai contar como sua única peça de bagagem de mão. Algumas companhias aéreas limitam o peso do seu passageiro canino para 15 a 20 quilos.

Os cães de nariz curto precisam de consideração especial

Algumas companhias aéreas têm restrições especiais para cães, como Pugs ou Bulldogs, que têm mais problemas para respirar em determinadas condições.

O clima é importante

Muitas companhias aéreas não levarão animais de estimação durante climas quentes ou frios porque o risco que seu cão pode morrer se o avião ficar encalhado na pista é alto demais.

Reserve um voo direto quando possível

Isso reduzirá a chance de seu cão ficar preso em uma área de espera ou ficar sentado na pista enquanto a carga é trocada de um avião para outro.

Reserve com antecedência

A maioria das companhias aéreas limita o número de animais de estimação que receberão por voo.

Faça exames de rotina e peça um certificado de saúde para seu veterinário

Isso é exigido pelas companhias aéreas e também é uma boa idéia para se certificar de que seu cachorro é saudável o suficiente para a viagem. Você também precisará de uma prova de uma vacina contra a raiva. Tenha em mente que o certificado de saúde deve ser emitido no prazo de 10 dias antes de você voar.

Certifique-se de que seu cão está usando uma coleira com etiqueta de identificação

Anexe suas informações de destino também, criando uma etiqueta extra.

Fale com o seu veterinário sobre os prós e os contras de dar ao seu cão um sedativo

De acordo com a American Veterinary Medical Association, a maioria dos animais de estimação não deve ser sedada antes de voar porque pode causar náuseas. Além disso, a pressão do aumento da altitude pode criar problemas respiratórios ou cardiovasculares em cães sedados, mesmo que o cão esteja na cabine principal.

 

Baixe o App da Cão Ativo Club e fique por dentro das melhores dicas do mundo canino! Disponível na App Store e Google Play.

Se você tem algum tipo de problema específico que gostaria de tirar dúvida com a gente, mande um e-mail para contato@caoativoclub.com.br que o Fernando te responde!

Compartilhe!