Cachorro assustado exige paciência do dono
Como os seres humanos, os cachorros podem entrar em pânico igualmente e não querer sair à rua. Outro sintoma comum que verificamos é que os cães, quando na rua, empacam no caminho e não há santo que os faça sair do lugar. Esse comportamento geralmente está ligado a associações negativas passadas (experiências negativas anteriores).

Para não piorar as coisas, sempre recomendamos paciência redobrada aos tutores. Gritar ou querer arrastar o animalzinho pela rua afora não é solução. Pode, aliás, agravar ainda mais os sintomas. Portanto, não force o cão a fazer nada.

Se o cachorro mal chegou na rua e empacou, espere que ele relaxe e dê um pequeno toque na guia o encorajando. Você perceberá isso quando as orelhas do seu mascote repousarem e a cauda abanar. Fale calmamente com ele. Dê o comando de “vamos”, mantendo o tom de voz firme, mas sempre calmo.

Esse exercício deve ser feito repetidamente com paciência, não importa quantas vezes o cachorro pare no passeio. Nós conseguimos vencer a resistência do cão com paciência e persistência. Não se assuste se houver demora.

Se o quadro não mudar, certifique-se com um veterinário de confiança de que ele está bem clinicamente e pondere sobre levar seu pet para aulas de treinamento.

Gostou das dicas? Nosso blog é atualizado duas vezes por dia nos setes dias da semana para você e seu cachorro terem uma convivência produtiva e feliz. Curta, comente e compartilhe nossos conteúdos.

#caoativoclub #fernandobaiardi

Compartilhe!