Esse moço tá com pinta de xavequeiro
Tem uma crônica famosa do Luis Fernando Verissimo que conta a história de um cachorro que ficou a vida inteira ouvindo a dona falar com ele, como se ela dirigisse a uma pessoa. Então a senhorinha morre e, no velório, o cachorro se põe a falar e, como num lamento, conclui mais ou menos assim: “Pena que nunca respondi ao que ela me dizia”. O resultado é que todos saíram correndo do velório assustadíssimos.

Genialidades de escritores e cronistas à parte, cachorros não verbalizam. Sua comunicação é postural através da interpretação de sinalizações obtidas pelo faro, olhar, orelhas, cauda, pêlo e expressões que demonstram uns aos outros.

Mas os gênios da internet e do cinema parecem não se conformar com isso já que inúmeros filmes de Hollywood colocaram voz em nossos amigos de quatro patas.

O vídeo abaixo não foi feito em Hollywood. É uma produção nacional, mas a sincronia da fala é capaz de nos fazer acreditar por um instante que o cachorro desandou a falar de verdade.

Legal o vídeo, não?! O seu mascote em casa faz alguma peripécia “humana”? Grava um vídeo e envie para nós nos comentários. Quem sabe ele não ganha um Oscar do Cão Ativo Club?

E não esqueça: curta, comente e compartilhe nossos conteúdos

#caoativoclub

Compartilhe!