Assim como outros seres vivos, as cadelas apresentam fases sexuais e reprodutivas ao longo da vida. Quando elas estão receptivas aos parceiros, prontas para acasalar, estão no cio e alguns sintomas são bastante perceptíveis. Contudo, o sangramento e o inchaço na vulva nem sempre ocorrem, dando lugar ao que chamamos de cio seco.

Embora seja uma condição normal e que não apresenta nenhum risco à saúde ou à fertilidade da cadela, esse tipo de cio exige um cuidado adequado e um diagnóstico preciso para o início do tratamento, pois assim será possível identificar o período fértil da peluda. Mas, antes de qualquer coisa, é preciso destacar que os ciclos reprodutivos das cadelas são diferentes dos ciclos das mulheres, ok?

Então, continue conosco, pois hoje falaremos um pouco mais sobre o que é o cio seco ou cio silencioso, como identificá-lo e que atitudes tomar durante o período. Vamos lá?

O que é cio?

O ciclo reprodutivo dos mamíferos é chamado de ciclo estral (à exceção do ciclo das grandes primatas e das mulheres, que chamamos de menstrual). A grande diferença entre eles é que o endométrio (mucosa que reveste a parede interna do útero) é reabsorvido pelo útero quando não acontece a implantação do embrião, enquanto nas mulheres e grandes primatas ele é eliminado pela vagina, caracterizando a menstruação.

As cadelas apresentam quatro fases no ciclo estral e é preciso ter conhecimento sobre elas para que você possa entender o cio seco. Veja a seguir quais são essas etapas:

Proestro

O proestro dura em torno de 2 a 15 dias (a média é de 9 dias). Nesse período começa o inchaço da vulva e, logo em seguida, inicia-se o sangramento vaginal. É quando os ovários se prepararam para a ovulação. Atenção: nessa fase a fêmea não está fértil.

Nas cadelas que costumam se higienizar com mais constância pode ser difícil verificar a secreção sanguinolenta, mas é possível observar a vulva inchada.

Estro

O estro dura em torno de 3 a 12 dias (a média é de 10 dias). É durante essa fase que a fêmea está receptiva e aceita o acasalamento com os machos. Ocorre a ovulação e é o período em que a cadela tem maior chance de ficar prenhe, pois ela está fértil (a não ser que tenha algum problema de fertilidade).

Nesse momento do ciclo, é normal que ocorram algumas mudanças no comportamento da fêmea. Talvez ela se mostre especialmente carinhosa, inquieta, agitada e com vontade de sair. Durante o passeio, ela tentará ficar o máximo possível na rua e fará mais xixi do que o habitual, para atrair os machos com seus feromônios.

Você deve prestar muita atenção a essa fase, pois qualquer descuido pode causar uma gravidez indesejada.

Diestro

O diestro dura em torno de 60 a 100 dias, mas esse tempo varia e depende se a cadela teve ou não uma gestação. Durante esse período, ela recusa a cópula, come em abundância e sua personalidade está mais estabilizada.

É nessa etapa, também, que a cadela pode desenvolver gravidez psicológica, caso ela tenha estimulado a vagina e as mamas. É uma fase marcada pela alta produção de hormônios.

Anestro

Esse período dura em torno de 130 dias e a progesterona chega a níveis muito baixos (quase zero). Se houve fecundação e gestação no período fértil, o diestro termina com o parto e dá início ao anestro — fase de inatividade sexual. Caso a cadela não tenha sido fecundada, não haverá sinais claros da passagem para o anestro.

É uma etapa de descanso após o parto para que o corpo da fêmea se recupere adequadamente. Ao se encerrar, o sangramento não fértil do proestro ocorre novamente, dando início a um novo ciclo.

De maneira geral, o primeiro cio se manifesta entre os 6 e os 12 meses de idade nas cadelas de pequeno porte, entre os 7 e os 13 meses nas de médio e grande porte e, nas cadelas gigantes, costuma acontecer entre os 16 e os 24 meses de idade.

O cio ocorre a cada 6 meses nas cadelas, ou seja, duas vezes por ano. Como mencionamos, o cio dura, normalmente, de 15 a 21 dias, variando de acordo com o tamanho, a idade, o estado de saúde da fêmea e, até mesmo, por sua alimentação. Há casos em que o cio não acontece, assim como outros em que é mais duradouro do que a média.

As mudanças de comportamento também são comuns nas fêmeas. Elas podem demonstrar irritabilidade, agressividade, estresse e tristeza. Consulte sempre um veterinário da sua confiança para saber quais são os melhores métodos contraceptivos para a sua parceira, lembrando que a castração pode eliminar diversos sintomas indesejados.

O que é cio seco ou cio silencioso?

O chamado cio seco ou cio silencioso ocorre quando os sinais típicos do início do período (estro) estão ausentes, ou seja, não há nenhuma manifestação dos sintomas. A cadela não sangra e não apresenta o inchaço na região vulvar.

Na maioria das vezes, o cio seco não se relaciona nem afeta a fertilidade da cadela. As variações hormonais e a ovulação acontecem normalmente, mesmo que o organismo dela não apresente os sinais externos característicos.

Como identificar o cio seco e o que fazer quando isso acontece?

Só há duas maneiras de descobrir se a cadela está passando por um cio seco: observando o interesse dos machos na redondeza ou por meio de exames de laboratório. Atenção! É preciso ter cuidado na primeira situação, pois, caso você não queria uma ninhada em casa, apenas observar o comportamento dos machos coloca em risco uma possível cópula.

No entanto, o contrário também é verdadeiro. Caso você queira que a sua cadela reproduza, é preciso conseguir identificar o período estral pelo qual ela está passando para que a janela de fertilidade não seja perdida.

Se você ainda tiver dúvidas quanto ao cio silencioso, um exame de dosagem hormonal, chamado citologia vaginal, pode ser realizado indicando se a fêmea se encontra no período fértil ou próximo a ele. A análise identifica quando ocorrerá a ovulação e um exame de sangue demonstra se a cadela está na fase de diestro.

É recomendado que se faça uma coleta semanal ou a cada quinze dias para que o diagnóstico seja feito e o cio seja detectado corretamente, mesmo quando não ocorrem os sinais físicos.

O cio seco é um sinal que contribui para o tutor prestar atenção às condições de saúde da sua cadela e proceder com mais investigações, apenas para se certificar de que tudo está bem com a sua pet.

Dessa forma, o modo mais seguro e apropriado para descobrir o cio seco é levando a cadela para o veterinário. Somente por meio de exames laboratoriais de dosagem hormonal de progesterona é possível verificar essa condição. Além disso, se os ciclos da fêmea são irregulares, o tutor deve permanecer em contato constante com o veterinário para que ele possa controlar o ciclo e descobrir o início do cio.

Gostou da leitura? Nosso artigo foi interessante e informativo para você? Assine a nossa newsletter e receba, com exclusividade, mais conteúdos sobre o universo canino. Não fique de fora!

Compartilhe!

Um Cão Ativo é um Cão Feliz!

Cães precisam exercitar corpo e mente, assim como nós.
Cães ativos são mais sociáveis, calmos, inteligentes e saudáveis.
Leve seu cãozinho para passear, faz bem para vocês dois =D

Produzido por Doglovers!