A alimentação de nossos pets não pode ser deixada de lado. Afinal, é por meio dela que nossos melhores amigos obtêm todos os nutrientes necessários para crescer e se manter saudáveis ao longo de suas vidas. As vitaminas e os minerais são essenciais para o funcionamento das células e para o metabolismo. Mas você sabe o que um cachorro não pode comer?

Como bem sabemos, a maioria dos cãezinhos tem um apetite bastante voraz e acabam dispostos a comer praticamente tudo que encontram pela frente. No entanto, esse tipo de atitude não é nada saudável, especialmente porque alguns tipos de alimento podem ser prejudiciais para os animais de estimação.

Não sabe dizer “não” para o seu amiguinho e gostaria de saber quais são os alimentos potencialmente perigosos para a saúde dele? Então, continue a leitura e confira alguns dos produtos que não podem, em hipótese alguma, ser oferecidos aos cachorros. Boa leitura!

Qual é a importância de uma alimentação balanceada para os cães?

Como mencionado no início da nossa conversa, a alimentação dos cães é o meio pelo qual eles obtêm os nutrientes necessários para que possam crescer com saúde (quando filhotes) e manter suas funções em equilíbrio durante toda a vida, evitando doenças e distúrbios variados.

Por isso, é imprescindível que a alimentação dos pets seja cuidadosamente pensada, sempre determinada pelas necessidades específicas de sua raça, porte, estilo de vida e estado de saúde.

Cada animalzinho tem demandas únicas e, por isso, a opinião de um veterinário sobre o melhor tipo de alimentação para cada um deles é fundamental.

É permitido oferecer alimentos de humanos para os pets?

Essa é uma pergunta muito polêmica e, no geral, a resposta para ela é bem complexa: depende. Como dissemos antes, a alimentação de cada animal é única e deve ser pensada levando-se em consideração as particularidades biológicas daquele indivíduo em particular.

A alimentação natural é uma estratégia utilizada por veterinários especializados em nutrição que visa utilizar ingredientes ‘’naturais’’, ou seja, do nosso dia a dia (como frutas, legumes, carnes, cereais e tubérculos) para compor as refeições cotidianas do animal.

Esse tipo de nutrição pode ser extremamente vantajoso para o animal, especialmente para aqueles que sofrem com alergias alimentares ou doenças crônicas. No entanto, deve ser algo cuidadosamente pensado, com porções bem medidas e muito cuidado durante o preparo das refeições.

Por isso, no caso da alimentação natural, sim, é possível alimentar os pets com alimentos ‘’humanos’’.

O que não pode ser feito é o hábito que temos de oferecer ‘’petiscos’’ ou restos de nossas refeições para os pets. Isso pode gerar problemas como aumento do colesterol, obesidade e até mesmo distúrbios bucais, como a gengivite.

O que o cachorro não pode comer em hipótese alguma?

Os petiscos, quando liberados pelos veterinários, podem ser uma opção interessante para os animais. Algumas frutas e vegetais, por exemplo, fazem bem para o organismo de nossos bichinhos.

No entanto, outros alimentos podem ser perigosos e até mesmo potencialmente fatais para os pets. Conheça, a seguir, alguns dos principais:

Chocolate

O chocolate é um dos alimentos mais prejudiciais para os pets em geral, especialmente os cães. A razão para isso é uma substância conhecida como teobromina, que tem alto poder de intoxicação para esses animais e está presente principalmente nos chocolates pretos. Altas doses desse composto na corrente sanguínea podem ser fatais.

Cebola e alho

A cebola e o alho são muito utilizados para temperar as refeições, mas são potencialmente nocivos para os cães e não devem fazer parte de sua dieta. Além de afetar o sistema digestório de nossos bichinhos, esses alimentos podem também causar problemas mais sérios, como a anemia.

Abacate

Aparentemente inofensivo, o abacate também contém uma substância potencialmente perigosa para os cães: a persina. Ela causa uma intoxicação que está relacionada à presença de sintomas gastrointestinais nos cães, como diarreias. A longo prazo, ela pode fazer com que o animal fique desidratado, algo que é muito perigoso para eles.

Cerveja

A cerveja, assim como qualquer outra bebida alcoólica, está terminantemente proibida para os cães. O álcool pode ser muito perigoso para o organismo dos pets, causando intoxicações graves e até mesmo levando-os a óbito por conta das alterações causadas em seus metabolismos.

Uva

Tantos as uvas in natura como as uvas passas também são tóxicas para os cães. Esse tipo de alimento é altamente apreciado pelos cachorros e, por isso, o cuidado com elas deve ser redobrado.

Em altas quantidades, as uvas podem causar problemas renais nos pets, podendo levar até mesmo a uma insuficiência renal.

Nozes e macadâmias

Essas oleaginosas também são tóxicas para os cães — assim como o chocolate, as uvas e o abacate. Embora não sejam, até onde se sabe, letais, elas podem gerar uma série de sintomas gastrointestinais e neurológicos muito fortes. Há até mesmo relatos de paralisia causada após a ingestão desse tipo de alimento. Fique ligado!

Ossos

Todos nós sabemos que os cães amam ossos, certo? Eles são, sem dúvida, um dos brinquedos preferidos desses bichinhos. No entanto, oferecer qualquer tipo de osso para o seu cão é algo extremamente perigoso.

Prefira sempre os específicos, comercializados em petshops, que são realmente seguros e evitam problemas graves como uma perfuração intestinal, por exemplo.

Alimentos industrializados

Oferecer alimentos industrializados, como os doces, não é algo que necessariamente intoxicará o seu animal de estimação, mas certamente não é recomendado.

Evite esse tipo de atitude para proteger o seu melhor amigo de problemas como a obesidade e as afecções bucais, como mencionamos anteriormente ao longo de nossa conversa.

Agora que já sabemos o que o cachorro não pode comer e os benefícios de uma alimentação balanceada para os nossos bichinhos, não perca tempo: converse com um médico veterinário sobre os melhores hábitos alimentares para garantir a saúde e a longevidade do seu melhor amigo, sempre com muita qualidade de vida!

Para que outras pessoas fiquem por dentro dos alimentos proibidos para cães e saibam aquilo que o cachorro não pode comer, compartilhe este artigo em suas redes sociais e mostre os perigos desses ingredientes aos seus amigos!

Compartilhe!

Um Cão Ativo é um Cão Feliz!

Cães precisam exercitar corpo e mente, assim como nós.
Cães ativos são mais sociáveis, calmos, inteligentes e saudáveis.
Leve seu cãozinho para passear, faz bem para vocês dois =D

Produzido por Doglovers!